Outro

Antes / Depois: reforma de um banco retrô para o jardim

Antes / Depois: reforma de um banco retrô para o jardim

Enquanto os belos dias estão lutando para se acalmar, ainda é hora de pensar no paisagismo de verão do jardim. Fã inveterado de sótãos, você também encontrou durante sua última caminhada, um excelente banco de madeira vintage, que você deseja desfrutar a cada raio de sol. Único problema: sua condição geral deixa algo a desejar! Se você não sabe como dar uma segunda vida a ela, aqui estão alguns bons conselhos de Marie (também conhecida como Les Petits Meubles de Marie) e de sua assistente Mélanie, que participaram do exercício. Demonstração.

Etapa 1: análise dos móveis (5 minutos)



Este banco vintage sofreu o desgaste do tempo. O verniz marrom escuro original se desfez pela madeira e um dos pés se soltou. Boas notícias da mesma forma, uma vez que a madeira é saudável, o assento está em boas condições; em conclusão, será necessário apenas um pouco de refresco para trazê-la de volta à vida.

Etapa 2: lixar pesado (20 minutos)



Primeiro passo nessa reforma: lixar pesado. Armado com uma lixadeira circular, Mélanie remove o verniz para suavizar as superfícies planas. Assim, a camada de tinta que virá aderirá perfeitamente e será bem uniforme. Para realizar esse lixamento, a jovem sempre posiciona a face de lixamento da mobília paralela ao chão. Também ajusta a velocidade da lixadeira, dependendo da superfície (mais rápida para superfícies grandes, mais lenta para superfícies pequenas, para não atacar a madeira).

Etapa 3: lixar pequeno (15 minutos)



Uma vez terminado o lixamento pesado, Mélanie aborda o lixamento manualmente. É usando uma lixa (que envolve em uma pequena placa de madeira para criar uma cunha) que as pernas do banco são lixadas. Para os cantos não acessíveis com a cunha, Mélanie usa uma lixa sozinha. Nesta etapa, o objetivo é também alisar a madeira das peças não acessíveis com a lixadeira circular.

Etapa 4: colando o pé (10 minutos)



Para colar novamente o pé que não segura mais, Mélanie está equipada com uma cola branca de madeira, um pedaço de madeira (ou uma escova), um grampo e duas cunhas. Começa colando todas as superfícies que entrarão em contato e repousa o pé. Em seguida, posiciona os calços em cada lado do gabinete para não danificá-lo quando o grampo estiver no lugar. Este último deve estar localizado bem no centro das cunhas, para que a pressão seja igual em todos os lugares. Resta apenas secar por 1 hora e 30 minutos.

Etapa 5: escolha da tinta (5 minutos)



Depois de hesitar entre um vermelho pastel e um rosa doce, Marie e eu finalmente observamos o espírito dos anos setenta. A ideia? O fato de o banco, uma vez repintado, adicionar um toque de bom humor ao jardim ao qual ele se juntará.

Etapa 6: pintura (30 minutos + 20 minutos)



Antes de iniciar este sexto passo, pense em passar um pano molhado em toda a sua bancada para remover toda a poeira do lixamento. A fase de pintura pode começar! Marie começa com o pincel redondo nas pernas do banco. Cabe então ao assento e à barra central passar sob o rolo. Deixe secar por 24 horas e aplique uma segunda camada. Pouco conselho do profissional para a etapa da pintura: sempre comece com os móveis virados de cabeça para baixo, se tiverem pés!

Etapa 7: o verniz (2 x 15 minutos)



Depois de deixar a segunda camada secar por 24 horas, é hora de passar para o último passo: o verniz incolor. Este último é essencial para proteger o banco das intempéries! Equipada com uma escova grande, Marie aplica o verniz (que por sinal traz um bom efeito brilhante) em todo o banco. Ela deixa secar por 24 horas e depois faz uma segunda camada.

Aqui está nosso belo banco pronto para encontrar seu lugar em um terraço ou em um belo jardim. Com sua cor laranja, certifique-se de que não passará despercebido! Les Petits Meubles de Marie 38 rue Lucien Sampaix, Paris 10